O que é portaria Remota, veja as vantagens e funcionalidades desse serviço

O que é portaria Remota

O que é portaria Remota

O que é portaria Remota

A Portaria Remota é um serviço inovador de gestão estratégica em segurança condominial, e possibilita a utilização de softwares com tecnologia de ponta que garante a melhor e mais eficiente performance de atendimento e solução ao controle e gerenciamento de acesso ao condomínio.

Todas as entradas, saídas, entregas, correspondências e entre outros, são controlados e monitorados 24 horas por dia, durante sete dias da semana, por profissionais que atuam diretamente de uma central de monitoramento à distância.

Em Mato Grosso, o Grupo Unifort é referência e especialista em segurança privada, e dispõe da mais sofisticada Central de Controle Operacional (CCO) para gerenciamento da Portaria Remota.

O que é a portaria remota?

 

portaria remota é uma solução tecnológica inovadora de segurança condominial que permite o controle de acesso de visitantes e prestadores de serviços à distância por meio de uma central de monitoramento. A tecnologia contribui para automatizar a vigilância em condomínios residenciais de pequeno e grande porte, reduzindo a vulnerabilidade de porteiros e condôminos.

Por exemplo, a entrada de um visitante pode ser concedida por um vigilante remoto mediante autorização do morador. Ou ainda, pelo próprio condômino. Em ambas formas, não há necessidade de ter um colaborador realizando esta atividade na portaria do prédio.

Contudo, é preciso lembrar que a chegada de um novo sistema também requer uma mudança de hábitos por parte dos moradores, por isso, vale tomar alguns cuidados.

alt="O-que-é-portaria-Remota"
O que é portaria Remota, veja as vantagens e funcionalidades desse serviço 1

Como funciona a portaria remota em Condomínios?

 

Quando falamos em portaria, seja ela remota ou não, devemos sempre levar em consideração três frentes fundamentais:

  • Comunicação – permite a troca de informações com os moradores, como o aviso de recebimento de encomendas, entre outras. Aqui entram sistemas de interfonia, portaria eletrônico, videoporteiro, fechaduras, etc;
  • Controle de acesso – garante que apenas pessoas autorizadas estejam presentes no condomínio. Há uma ampla gama de produtos nessa categoria e os tipos de acesso podem variar: senhas numéricas, biometria (principalmente o reconhecimento facial, cada vez mais comum em condomínios), tags e leitura de etiquetas veiculares (para garagem);
  • Vigilância – possibilita o monitoramento, ou seja, a visualização de quem entra ou sai do local. As câmeras de segurança são os principais equipamentos dessa frente.

Além disso, o coração do sistema de portaria remota para condomínios passa por uma central de comunicação integrada.
De modo geral,o circuito é formado por câmeras colocadas em lugares estratégicos que captam imagens e sons de fácil leitura. Bem como os sensores de presença identificam a movimentação do local, os porteiros eletrônicos e as fechaduras também são conectadas a um aplicativo ou uma central de monitoramento.

Essas estruturas tecnológicas são autônomas, como centrais telefônicas IP ou gateways, que permitem a interface com visitantes e moradores de um condomínio sem que haja a necessidade de um funcionário na portaria.

A seguir, vamos entender melhor qual a importância de uma central de comunicação.

Vantagens de contratar uma portaria remota

 

Portarias remotas possuem diversos pontos positivos, mas é importante descobrir se o serviço combina com as necessidades e perfil de cada cliente. Algumas vantagens dessa tecnologia são:

Com a portaria remota, todas as entradas, saídas, entregas e correspondências são controladas e monitoradas 24 horas por dia, durante sete dias da semana. O controle é feito por profissionais que ficam disponíveis em uma base de atendimento remota para resolver as demandas condominiais. O sistema também realiza o registro dos áudios, vídeos e informações dos usuários que autorizam a entrada e das ações do profissional que monitora de forma remota a portaria.

Entre alguns dos benefícios e vantagens dessa tecnologia está a conquista de uma gestão mais estratégica, permitindo o acompanhamento de processos do condomínio como um todo. Assim, as empresas que adotam um sistema integrado passam a utilizar o software não apenas para monitorar os acessos de visitantes, mas também para avaliar questões como: quantidade de toques para acesso ao condomínio em determinado período, horários de maior movimento, tempo de cada chamada na portaria, quantidade de vezes que o portão eletrônico foi acionado, entre outros dados pertinentes à gestão da base de atendimento.

Confira a seguir, os pontos que sua empresa ou condomínio deve avaliar ao considerar contratar essa solução:

 

Uso de tecnologias inovadoras para atender as demandas condominiais

Geralmente, em tecnologias mais inovadoras utiliza-se TAG personalizada ou QR code (sem necessidade de acesso a internet para uso) para controle de acesso dos moradores, visitantes e prestadores de serviço. Os moradores recebem a TAG para acesso ao condomínio pela portaria de pedestres e um controle anticlonagem para o portão da garagem. Em situações emergenciais, o software registra todos os tipos de eventos incomuns e a base de atendimento é preparada para alertar os síndicos sobre o que está ocorrendo. Os moradores também têm acesso à função pânico, que irá alertar a Central de Monitoramento em situações de emergência.

 

Conveniência aos condôminos e valorização do imóvel

Por meio da solução, o morador é contatado sobre a chegada de um visitante ou prestador de serviço, mesmo se não estiver em casa. O contato é feito via celular ou interfone e as ligações e vídeos são gravadas remotamente, permitindo registro de todos os acessos. É disponibilizado ao condomínio um conjunto de instrumentos de segurança, entre eles porteiros eletrônicos, câmeras, telefones e softwares para a realização do controle de acesso de moradores, visitantes, prestadores e entregas. Todas essas inovações garantem a valorização do imóvel a longo prazo.

 

Comodidade para controle de acesso e gerenciamento do condomínio

A partir do uso desta tecnologia, tanto a empresa de segurança como o síndico tem acesso a relatórios com registro detalhado das informações de circulação de pessoas no condomínio, incluindo: número visitantes, horário de chegada e saída, quantidade de manutenções no condomínio, tempo para liberação dos visitantes, entres outras informações relevantes para a gestão condominial. Nesse sentido, é de fundamental importância que a empresa escolhida para fornecer a portaria remota inclua no pacote a manutenção preventiva da tecnologia.

 

Economia nos custos com pessoal e da taxa condominial

Um dos principais benefícios que tem atraído cada vez mais atenção para a adoção da portaria remota, está relacionada a redução de até 50% nos custos para manter funcionários presencialmente na portaria. O valor economizado pode ser investido em outras áreas, proporcionando a valorização do imóvel.

 

Diminuição de falhas humanas

Ao adotar a portaria remota, a segurança do condomínio é reforçada e a gestão condominial ganha escalabilidade, podendo ser feita de forma mais estratégica. Outro benefício aparece no caso de falta de energia elétrica, em que os serviços da portaria remota não são interrompidos.

 

Aumento da sensação de segurança

Pelo fato desta tecnologia possibilitar o monitoramento remoto e exigir eclusas de pedestre para controlar o acesso de visitantes, a segurança do condomínio se torna reforçada, uma vez que não expõe porteiros e moradores a situações de risco.

Dessa forma, podemos constatar que com a adoção da portaria remota tanto o condomínio quanto o porteiro ficam mais seguros, contribuindo para o aumento da sensação de segurança dos moradores e tornando a gestão do condomínio mais eficaz.

 

Como proceder em caso de problemas de conexão e falta de energia

 

Como a entrada e a segurança do condomínio são feitas através de equipamentos eletrônicos, a portaria remota fica comprometida caso aconteça algum problema com a conexão ou queda de luz. Providências precisam ser tomadas para evitar que o condomínio fique fragilizado com esses obstáculos.

Caso seja contratado o serviço de portaria remota, se torna de extrema importância que o condomínio tenha sistemas de apoio, como um gerador de 5 a 6 Kva para o caso de falta de energia elétrica.

Alguns síndicos optam por contratar duas conexões de internet de empresas diferentes para o condomínio. Desta forma, quando houver problema em uma delas, a conexão reserva é automaticamente acionada. Outros condomínios preferem aderir uma rede mais poderosa.

Antes de contratar qualquer serviço, é essencial que o síndico esteja atento aos termos de contrato e tire dúvidas importantes com a empresa, por exemplo:

  • Como o atendimento é feito em caso de queda de luz ou falha no sistema?
  • A empresa dispõe de porteiros físicos que podem se deslocar ao condomínio nessas situações emergenciais?

Também é interessante visitar a central da portaria remota para conhecer a infraestrutura e ver por dentro como é feita a vigilância.
Outra questão que deve ser levada em consideração é lembrar que, mesmo com o serviço da portaria remota, o condomínio não pode apostar apenas na aparelhagem eletrônica como a única forma de entrada e saída. Na ausência de luz, é necessário que as portas e vias possam ser acessadas com uso de chave ou controle – e que os moradores possuam cópias destes.

https://youtube.com/shorts/qbvmtMqEIwI?feature=share
Portaria Remota Condomínio Maison Cap Ferrar

 

Como deve ser feita a aprovação para contratar portaria remota?

 

Aderir (ou não) portaria remota é um assunto de larga escala, que interfere na vida de todos os moradores do condomínio. Verifique a convenção para conferir se há necessidade ou não de fazer uma convocação de assembleia para realizar esse tipo de mudança no condomínio. Caso seja necessário, a instalação da portaria remota no condomínio só poderá ser feita com aprovação da maioria dos moradores.

Quando for apresentar os orçamentos de prestadores de serviço na reunião de assembleia, o síndico deve munir-se com todas as informações possíveis. Como trata-se de uma tecnologia que ainda é novidade no país, quanto mais informações o síndico passar para os moradores, melhor será o processo de decisão.

Em termos gerais, pode-se dizer que a portaria remota é um meio termo entre não ter uma portaria tradicional, mas ainda contar com um ser humano controlando a entrada e saída do condomínio. Ainda que possa parecer algo diferente e até mesmo futurista para muitas pessoas, é uma realidade que deve ser pesquisada. Afinal, estamos aqui para melhorar a vida em condomínios, então por que não apostar na tecnologia?

Tem interesse em aproveitar da tecnologia para melhorar a vida no seu condomínio? Entre em contato e solicite um atendimento de um consultor especializado.

Gostou desse conteúdo, compartilhe!

Acompanhe nossas redes

Precisa de mais informações? Solicite atendimento abaixo

Conteúdos mais lidos